trabalho é trabalho

Escondendo-me cobardemente atrás do meu pseudónimo, tenho de partilhar a parte mais insólita da minha profissão. Os nomes marados que me passam pelas mãos.

Quitéria Rato
Liana Sintra
Adérito Fialho
Albertino Agostinho
Amadeu Cação
Virgínia Brunheta
Abraao Rego
Nolasco Ramalheiro
Pinheiro Grilo
Cosme Damião

De onde estes vieram há muitos mais.
Aviso já que se me descobrirem a careca apago tudo.

1 comentário:

  1. muito bom!

    eu também teria lindas pérolas para partilhar, mas.... :))

    ResponderEliminar