as férias






A viagem de ida (e a de volta também) foi um FILME de terror. Birra, sem sesta, "mãããããããe quero colo", "mãããããe óóó mããããeeeee, quero sair", "mãããããeee, quero fazer xixi", "mããããeeee, quero fazer cocó". Bem, eu até punha aqui a lista de ordens e pedidos da minha criança, mas não vos quero maçar.
Digamos que foram longas horas para esquecer.
A viagem de ida, provavelmente correu desta maneira por causa da excitação. Andámos a falar em férias dias a fio, cheira-me que aquilo ficou a engrominar na cabecita dele e depois foi o excitex todo de uma vez a vir à tona.
Na viagem de volta, bem, só posso deduzir que estava com uma grande telha por voltar. Não o posso censurar.
Mas falando da parte boa, que felizmente durou muito, foram dias bons.
Não percebo a malta que se mete num vôo de 8 horas para fazer férias no Verão.
Gente, o nosso Verão é tão espetacular. Pronto, também é simpático dar uma volta por Ibiza, Menorca, Sardenha, Córsega e tal, mas na impossibilidade de o fazer, abram os olhos para a Costa Alentejana, Algarve, Gerês e por aí fora. 
Voltei a ficar perdida de amores pela Costa Alentejana. Sim, é possível encontrar praias quase desertas e lindas de morrer em pleno Agosto. E o pão?? E as amêijoas?? E o vinho branco português? E o queijo? E as minis? E o peixe grelhado? E é preciso dizer mais, que caneco?
Uma semana de sol, de gargalhadas da minha criança, de passeios inesquecíveis, comida boa (não subo à balança na próxima semana nem que me paguem), de cabelos soltos ao vento, de zero stress, de gente simpática, enfim, de tudo o que uma pessoa pode querer em férias.
Assim passámos uma semana pelo Alentejo em que tudo correu bem, mas tão bem, que fiquei certa de querer por lá passear muito mais vezes.
Volta onde foste feliz*.

4 comentários:

  1. A costa Alentejana é dosmeus sítios preferidos, ou não morasse pertinho de Setúbal.

    ResponderEliminar
  2. Olha... junta-te a mim... ;DDD

    http://palmierencoberto.blogspot.pt/2012/08/sindicalismo-maternal.html

    ResponderEliminar