vizinhos

Odeio. Odeio ter vizinhos, de verdade. Nunca gostei de nenhum.
Ouvem a tv como os surdos, andam de saltos altos em casa, ouvem música demasiado alta, dão festas até horas inaceitáveis, não dizem bom dia, deitam beatas para os terraços, baldam-se às reuniões de condomínio e por aí fora.
Não fosse a insegurança de viver numa moradia e os custos associados, era pessoa para me mudar já amanhã.
Hoje, por exemplo, estão a lixar-me o esquema com um barulhão do caneco. Só saltos altos em cima da minha cabeça. Batata-frita-pequena a acordar de 5 e 5 minutos com os saltos altos a martelarem o chão por cima de nós.
Como comentei com alguém há minutos, dá vontade de ir bater à porta e de lhes atirar com um alguidar cheio de xixi à cara.

3 comentários:

  1. nao ha pachorra para essa gente sem educação :S
    confesso-me muito pouco tolerante e passso-me logo. espero que isso dure pouco tempo, tadinha da BFP**

    ResponderEliminar