Mamas

Mamas. Ultimamente vejo muitas. Na verdade, mais do que queria. Mais verdade ainda, eu não queria ver mamas de todo. Mas sou obrigada a vê-las.
Entro no balneário do ginásio e pás, um par de mamas. Vou à procura de um cacifo e zás, mais um par de mamas que não me deixa abrir o cacifo. Vou tomar banho a seguir ao treino e toma lá mais umas.
Eu sou gaja, verdade, e também tenho mamas. Mas não é assim uma coisa que goste de desfilar perante uma plateia desconhecida. E também não faço questão de chocar contra umas.
Então, mamas deste mundo e do meu ginásio em particular: há uma cena que se chama toalha e que serve para cobrir... mamas!
Eu não sou preconceituosa, mas não entendo a necessidade de privar desta maneira num balneário. Eu não vos conheço de lado nenhum, tá?

4 comentários: